sábado, 12 de abril de 2008

Homenagem aos Pais


Ontem, cheguei a casa perto da meia-noite e muito feliz!Tão feliz que nem sentia o cansaço de um dia de muito trabalho! Onze de Abril,dia da homenagem aos pais dos nossos alunos do oitavo ano. Estes aderiram com entusiasmo e sugeriram algumas actividades que se concretizaram com sucesso. Uma manhã de aulas,uma tarde de ensaios,correr para casa,fazer o jantar,voltar à escola.Nove e meia da noite e tudo a postos!Os pais,os tios,os irmãos mais velhos, mais novos,padrinhos,amigos,colegas de turma...que excitação!Os alunos participantes, à porta da escola, correm para nós numa ansiedade..."stora,a Carla ainda não chegou!;stora,acho que não vou conseguir;stora,em que lugar entramos?...".A ansiedade deles é também a nossa,temos que disfarçar e animá-los que tudo vai correr bem.A Carla está a chegar,a ordem de entrada está definida pelo professor António... É só ter calma!E fez-se silêncio! E a Cátia iniciou esta homenagem aos Pais lendo um poema de sua autoria, dedicado ao seu pai e a outros que,como o dela, já partiram.Depois, vieram as danças,o teatro,as canções,os poemas. Os aplausos, os vivas dos colegas orgulhosos de verem a sua turma tão bem representada, os pais orgulhosos dos seus filhos,os professores contentes e também orgulhosos dos seus alunos! No fim,os abraços e beijos de contentamento!Os pais a agradecerem por verem e descobrirem o talento dos seus filhos. E nós, professores,contentíssimos,pelos alunos,pelos pais,pelos colegas.Estes deram o seu apoio participando directamente,ou estando presentes e solidários. Obrigada a todos os alunos e pais, colegas organizadores(Teresa Silva, António Martins), directores de turma e professores( Ana Veloso,Rosa Gonçalves, Teresa Pinto, Isabel Silva,Graça Pereira, Lourdes Marques, Maria José Aguiar,Carla Carvalho, José Maria...)e ao Conselho Executivo pela confiança e motivação!

  • Alguns poemas que os meus alunos(pequenos poetas) fizeram a seus pais:

    O meu pai é muito especial
    Trabalha com muita dedicação
    O amor que dá aos filhos
    Vem do fundo do coração.
    Maria João-8º B

    O meu pai é especial
    É um ombro para chorar
    Está sempre comigo
    Quando preciso falar.

    Pai és amigo
    Pai és amor
    Estás sempre presente
    Gosto tanto de ti
    Fica comigo para sempre!
    Carla e Cátia 8º B

    1 comentário:

    Anabela disse...

    As três meninas umas pequenas poetas!!